Agenesia em felinos domésticos

Estudo retrospectivo de diagnóstico no hcv-ufpel

  • Gabriela de Almeida Capella
  • Stella Falkenberg Rausch
  • Taiane Rita Carnevali
  • Claudia Giordani
  • Luiz Paiva Carapeto
  • Marlete Brum Cleff
Palavras-chave: hemimelia, rádio, gatos, má formação

Resumo

A hemimelia ou agenesia é uma anomalia que se caracteriza pela ausência parcial ou total de
um ou mais ossos, sendo considerada de rara ocorrência na clínica veterinária felina. Nesse
sentido, o estudo objetiva relatar a ocorrência de hemimelia em felinos atendidos no Hospital
de Clínicas Veterinária (HCV-UFPel) nos últimos dez anos. No presente estudo constam nove
felinos, pertencentes a três ninhadas, os quais foram encaminhados para atendimento clínico e
radiológico entre os anos de 2003 e 2013. Os animais apresentavam deformidades na
extremidade dos membros torácicos, sendo essas alterações observadas desde o nascimento.
O exame radiográfico revelou ausência total e\ou parcial do rádio com diferentes graus de
encurvamento da ulna. Dentre as opções terapêuticas disponíveis, os proprietários optaram
pela não realização de procedimentos cirúrgicos, realizando-se dessa forma conduta
terapêutica conservativa. Com os resultados obtidos concluiu-se que a agenesia óssea felina,
não é tão rara em nossa região, sendo que o diagnóstico precoce, a orientação do proprietário
e instituição de terapêutica adequada pode melhorar o prognóstico e qualidade de vida dos
animais afetados.

Referências

1. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa nacional de saúde: 2013: acesso e
utilização dos serviços de saúde, acidentes e violências: Brasil, grandes regiões e unidades
da federação/ IBGE, Coordenação de Trabalho e Rendimento. Rio de Janeiro: IBGE; 2015.
2. Genaro G. Gato doméstico: futuro desafio para controle da raiva em áreas urbanas? Pesqui
Vet Bras. 2010;30:186-9.
3. Frias DFR, Lages SLS, Grupo PET, XLIII Turma de Alunos do Curso de Medicina
Veterinária FCAVJ, Carvalho AAB. Nível de conhecimento sobre posse responsável de
animais de estimação: diagnóstico da população de três bairros do município de
Jaboticabal, São Paulo, Brasil. Hig Aliment. 2007;21:418-9.
4. Martini-Santos BJ, Diefenbach A, Peixoto TC, Nóbrega Jr. JE, Anjos BL. Anomalias
congênitas múltiplas em felinos domésticos neonatos. Acta Sci Vet. 2012;40:1087.
5. Pimentel AS, Lisboa PAV, Carvalho LA, Aurnheimer RCM, Tancredi IP. Agenesia
bilateral de rádio em gato (Feliscati): relato de caso. Rev Univ Rural Ser Cienc Vida.
2007;27:209-10.
6. Dennis R, Kirberger R, Wrigley R, Barr F. Handbook of small animal radiology and
ultrasound. 2a ed. Philadelphia: Elsevier Science; 2010.
7. Ferreira MP, Alievi MM, Nóbrega FS, Gonzales PC, Dal-Bó IS, Beck CAC. Agenesia
bilateral de radio en gato (Felis catus domesticus): relato de caso. Rev Clin Vet.
2012;97:36-40.
8. Towle HA, Breur GJ. Dysostoses of the canine and feline appendicular skeleton. J Am Vet
Med Assoc. 2004;225:1685-92.
9. Alam MR, Heo HB, Lee JH, Kim JH, Park YJ, Lee KC, et al. Preaxial longitudinal
intercalary radial hemimelia in a dog: a case report. Vet Med. 2006;51:118-23.
10. Jonson AL. Growth deformities. In: Olmstead ML. Small animal orthopedics. St Louis:
Mosby Year Book Ink; 1995. p.293-309
11. Burk RL, Feeney DA. Small animal radiology and ultrasonography. St Louis: Elsevier
Science; 2003.
12. Peres TPS, Ruiz T, Campos WNS, MeirelesYS, Néspoli PEB, SouzaRL. Hemimelia
bilateral de rádio em canino: relato de caso. Semin Cienc Agrar. 2013;34:2381.
13. Hoskins JD. Congenital defectsofcats. Compend Contin Educ Pract Vet. 1995;17:385-
405.
14. Murciano J, Agut A, Laredo EG, Carrillo JM, Soler M, Corzo N. Agenesia de radio en
una gata. Clin Vet Pequi Anim. 1999;19:47-50.
15. Barrand KR, Cornillie PK. Bilateral hindlimbadactyly in an adult cat. Vet Clin North Am
Small Anim Pract. 2008;49:252-3.
Publicado
31-03-2017
Como Citar
de Almeida Capella, G., Falkenberg Rausch, S., Rita Carnevali, T., Giordani, C., Paiva Carapeto, L., & Brum Cleff, M. (2017). Agenesia em felinos domésticos: Estudo retrospectivo de diagnóstico no hcv-ufpel. Veterinária E Zootecnia, 24(1), 107-113. Recuperado de https://rvz.emnuvens.com.br/rvz/article/view/327
Seção
Relatos de Casos

Most read articles by the same author(s)