Pesquisa de anticorpos anti-brucella abortus em ovinos da região médio-norte matogrossense

  • Rafael dos Santos
  • Anderson Augusto Dionisio de Souza
  • Silvane Cardoso Gomes
  • Suyane Nayara Garcia Socoloski
  • Bruno Gomes de Castro3
Palavras-chave: Brucelose, ovinocultura, Antígeno Acidificado Tamponado, Mato Grosso

Resumo

A brucelose é uma importante enfermidade na pecuária nacional. Dentre os agentes causadores desta enfermidade, destaca-se a espécie Brucella abortus. Sendo assim, objetivou- se com este estudo a realização de inquérito sorológico para diagnosticar a sorprevalência de anticorpos anti- Brucella abortus em ovinos da região médio-norte do estado de Mato Grosso, pela detecção de anticorpos anti-Brucella abortus em 255 ovinos, pela técnica do Antígeno Acidificado Tamponado. De acordo com os resultados obtidos, foi verificada frequência de 3,53% ovinos sororreagentes, sendo 3,72% nas fêmeas e 2,5% nos machos. Esta pesquisa revelou elevada ocorrência de anticorpos anti-Brucella abortus em ovinos no Estado do Mato Grosso. Diante disso, o sucesso do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose (PNCEBT) no estado pode ser prejudicado, uma vez que é comum a criação consorciada de pequenos ruminantes e bovinos nessa região, além do considerável risco à Saúde Pública.

Referências

1. Gul ST, Khan A. Epidemiology and epizootology of brucellosis: a review. Pak Vet J. 2007;27:145-51.
2. Antunes JMAP, Allendorf SD, Appolinário CM, Peres MG, Perotta JH, Neves TB, et al. Serology for Brucella abortus in cart horses from an urban area in Brazil. Arq Bras Med Vet Zootec. 2013;65:619-21.
3. Arias Y, Cárdenas B. Diagnóstico de brucelose em ovinos com antígeno de Rosa Bengala al 3 e 8%. Rev Unelles Cienc Tecnol. 2007;25:40-3.
4. Estein SM. Imunological aspects in the diagnosis and control of contagious epidymitis of rams by Brucella ovis. Arch Med Vet. 1999;31:1-18.
5. Pinheiro Junior JW, Souza MMA, Guerra NR, Santana VLA, Mota RA. Frequência de aglutininas anti-Brucella abortus em caprinos e ovinos do sertão do estado de Pernambuco, Brasil. Cienc An Bras. 2008;9:1096-101.
6. Dias e Silva AE, Dias e Silva UM, Hansen D. Brucelose (Brucella abortus) como possível causa de aborto e epidimorquite em caprinos e ovinos no Ceará. Rev Bras Reprod Anim. 1982;6:25-9.
7. Negreiros RL, Dias RA, Ferreira F, Ferreira Neto JS, Gonçalves VSP, Silva MCP, et al. Situação epidemiológica da brucelose bovina no Estado de Mato Grosso. Arq Bras Med Vet Zootec. 2009;61:56-65.
8. Carter GR, Chengappa MM. Brucella. Essentials of veterinary bacteriology and mycology. Philadelphia: London; 1991.
9. Ocholi RA, Kwaga JKP, Ajogi I, Bale JOO. Abortion due to Brucella abortus in sheep in Nigeria 2005;24:973-9.
10. Dorneles SEM, Santos H, Minharro S, Nascimento Rocha JM, Mathias LA, Dasso MG, et al. Anticorpos anti-Brucella canis e anti-Brucella abortus em cães de Araguaína, Tocantins. Braz J Vet Res Anim Sci. 2011;48:167-71.
Publicado
20-12-2016
Como Citar
dos Santos, R., Dionisio de Souza, A. A., Cardoso Gomes, S., Garcia Socoloski, S. N., & Gomes de Castro3B. (2016). Pesquisa de anticorpos anti-brucella abortus em ovinos da região médio-norte matogrossense. Veterinária E Zootecnia, 23(4), 642-646. https://doi.org/10.35172/rvz.2016.v23.400
Seção
Comunicações Curtas