Agenesia unilateral do corno uterino e ovário direito em gata

Relato de caso

  • Patricia Rodrigues Correia
  • Cássia Regina Oliveira Santos
  • Jamilly Nunes Ramos
  • Italo Barbosa Lemos Lopes
  • Fernando Bezerra da Silva Sobrinho
  • Ana Amélia Domingues Gomes
  • Alexandre Redson Soares da Silva
  • Durval Baraúna Júnior
Palavras-chave: felino, origem embriológica, OSH

Resumo

Objetivou-se descrever o achado de agenesia uterina e ovariana em gata submetida a procedimento de mastectomia total e ovariosalpingohisterectomia para tratamento de hiperplasia fibroepitelial mamária felina. O presente trabalho descreveu o caso de um felino, fêmea, sem padrão de raça definido, sete meses de idade com histórico de aumento de volume mamário após administração de uma dose de contraceptivo acetato de medroxiprogesterona. De acordo com a anamnese e o exame físico foi estabelecido o diagnóstico de hiperplasia fibroepitelial felina. Para o tratamento foi instituído a mastectomia total e a ovariosalpingohisterectomia (OSH). Durante o ato operatório constatou-se a ausência do corno uterino e ovário direito. Esse tipo de malformação pode passar despercebido já que o animal pode não apresentar alterações clínicas e demonstrar comportamento éstrico normal, sendo na maioria das vezes um achado incidental e assume importância, principalmente, pela possiblidade da ocorrência de anomalias de órgãos distintos com a mesma origem embriológica.

Publicado
14-12-2018
Como Citar
Correia, P. R., Santos, C. R. O., Ramos, J. N., Lopes, I. B. L., Sobrinho, F. B. da S., Gomes, A. A. D., da Silva, A. R. S., & Júnior, D. B. (2018). Agenesia unilateral do corno uterino e ovário direito em gata: Relato de caso. Veterinária E Zootecnia, 25(2/4), 1-5. https://doi.org/10.35172/rvz.2018.v25.69
Seção
Relatos de Casos