Parâmetros eletrocardiográficos em gatos com pesos corporais distintos

  • Marieta Cristina Couto Kuster
  • Karina Preising Aptekmann
  • Afonso Cassa Reis
  • Edina Alves dos Santos
  • Amanda Maria Miranda Rodrigues dos Santos
Palavras-chave: cardiologia, eletrocardiograma, felinos, intervalo PR

Resumo

Para a interpretação dos parâmetros eletrocardiográficos são utilizados valores padronizados de amplitude e duração das ondas eletrocardiográficas de acordo com os padrões de normalidade descritos para e espécie. Sabe-se que em cães estes valores podem variar de acordo com o peso e porte do animal, entretanto, em gatos, os valores padronizados são genéricos e não levam em consideração essas características. Objetivou-se com este estudo realizar uma comparação entre os parâmetros eletrocardiográficos de gatos com pesos corporais distintos, a fim de verificar se há variação em relação aos valores considerados padrão para a espécie. Foram avaliados 64 gatos com escore de condição corporal (ECC) ideal e sem evidências de qualquer doença clínica. Após a seleção, os animais foram divididos em dois grupos, sendo 25 gatos com peso igual ou inferior 4 kg e 25 gatos com peso superior a 4 kg. Os valores eletrocardiográficos foram comparados entre os grupos por meio do teste Mann-Whitney, com 5% de significância. Foi realizada também uma análise descritiva, comparando os valores encontrados com o padrão de normalidade para a espécie estabelecido na literatura. Observou-se um aumento significativo do segmento PR nos gatos do grupo 2 e alteração do eixo elétrico cardíaco. Conclui-se que o valor de PR é maior em animais mais pesados e os demais parâmetros eletrocardiográficos não variam entre gatos com peso igual ou inferior a 4 kg e gatos com peso entre 4 a 6 Kg.

Referências

1. Tilley LP, Burtnick NL. ECG: eletrocardiografia para o clínico de pequenos animais. São Paulo: Roca; 2004.
2. Ware WA. Testes diagnósticos para o sistema cardiovascular. In: Nelson RW, Couto CG. Medicina interna de pequenos animais. 5a ed. São Paulo: Elsevier; 2015. p.13-52.
3. Tilley LP. Essentials of canine and feline electrocardiography: interpretation and treatment. Philadelphia: Lea & Febiger; 1992.
4. Ettinger SJ, Feldman EC. Tratado de medicina interna veterinária: doenças do cão e do gato. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2004.
5. Pellegrino A, Yamaki FL, Pereira RC, Oliveira VM, Larsson MHMA. Padronização de parâmetros eletrocardiográficos de cães da raça Golden Retriever clinicamente sadios. Pesqui Vet Bras. 2010;30:1083-8.
6. Cardoso MJL, Melussi M, Junior AZ, Claudino J, Fagnani R. Eletrocardiografia computadorizada em cães da raça American pit bull terrier. Semina Cienc Agrar. 2013;34:2341-8.
7. Laflamme D. Development and validation of a body condition score system for cats: a clinical tool. Feline Pract. 1997;25:13-8.
8. Bernal LJ, Montes AM, Fernández MJP, Gutierrez CP. Electrocardiographic changes in the growing mastin-espanol. J Small Anim Pract. 1995;36:221-8.
9. Avizeh R, Papahn AA, Ranjbar R, Rasekn AR, Molaee R. Electrocardiographic changes in the littermate mongrel dogs from birth to six months of life. Iranian J Vet Res. 2010;11:304-8.
10. Geis WP, Tatooles WP, Priola WP, Friedman WP. Factors influencing neurohumoral control of the heart in the newborn dog. Am J Physiol. 1975;228:1685-9.
11. Vailati MCF, Camacho AA, Schwartz DS, Lourenço MLG, Takahira RK, Franco SRVS. Características eletrocardiográficas de cães da raça boxer. Vet Zootec. 2009;16:698-707.
12. Aptekmann KP, Vailati MCF, Fortuna TOM, Schwartz DS. Prevalence of cardiac arrhythmias and conduction disturbances in dogs and cats in Botucatu, Brazil (2003-2007). Braz J Vet Res Anim Sci. 2010;47:371-9.
13. Champion T. Efeitos da obesidade e do sobrepeso sobre parâmetros cardiovasculares e respiratórios em gatos: estudo experimental em gatos [tese]. Jaboticabal: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista; 2011.
14. Filippi LH. O eletrocardiograma na medicina veterinária. São Paulo: Roca; 2011.
15. Pellegrino A, Daniel AGT, Pessoa R, Guerra JM, Lucca GG, Goissis MD, et al. Sensibilidade e especificidade do exame eletrocardiográfico na detecção de sobrecargas atriais e/ou ventriculares em gatos da raça Persa com cardiomiopatia hipertrófica. Pesqui Vet Bras. 2016;36:187-96.
Publicado
14-12-2018
Como Citar
Kuster, M. C. C., Aptekmann, K. P., Reis, A. C., Santos, E. A. dos, & Santos, A. M. M. R. dos. (2018). Parâmetros eletrocardiográficos em gatos com pesos corporais distintos. Veterinária E Zootecnia, 25(2/4), 1-7. https://doi.org/10.35172/rvz.2018.v25.73
Seção
Artigos Originais