Efeitos da associação de propofol - Cetamina versus propofol isolado em cães submetidos à orquiectomias

  • Taiana Moraes Frontim
  • Alessandra Soares Nunes Tovar Elias
  • Fernanda Bernabei Duboc Cardoso
  • Renata Ferreira Fernandes
  • Bianca Affonso dos Santos Paiva
Palavras-chave: anestésicos, cetamina, indução, manutenção, propofol

Resumo

O propofol é um anestésico intravenoso utilizado para indução anestésica que pode ser usado também na manutenção, associado ou não. O objetivo deste estudo foi investigar se o propofol associado à cetamina na indução e manutenção anestésica em orquiectomia de cães causa alterações cardiorrespiratórias, comparado a seu uso isolado. Dentre as avaliações verificou-se tempo de indução e recuperação anestésica, perfil hemodinâmico, e quantificação do percentual de redução de dose obtido com a associação proposta. Foram utilizados 20 cães machos entre um e seis anos de idade, sem distinção de raça e peso. Os animais foram distribuídos aleatoriamente em quatro grupos cada um com cinco animais, sendo os grupos: PC (propofol + cetamina), P (propofol), C (cetamina) e o grupo CTRL (controle). Os parâmetros foram avaliados por um monitor multiparamétrico, imediatamente após a medicação pré-anestésica e a cada 15 minutos até o final do procedimento. Os resultados demonstraram que nenhum dos grupos supracitados mostraram alterações estatisticamente significativas na frequência cardíaca, porém para a frequência respiratória houve diferença estatística do grupo CTRL versus o grupo P e o grupo C no qual p foi menor que 0,001 e do grupo CTRL versus PC no qual o valor de p foi menor que 0,05. A saturação periférica de oxigênio foi estatisticamente significativa entre o grupo CTRL e grupo P (p menor que 0,001) e entre o grupo CTRL e PC (p foi menor que 0,01). Para temperatura corporal houve diferença estatística significativa em relação o grupo CTRL versus P (p foi menor que 0,001), entre o grupo CTRL versus PC e entre o grupo CTRL versus C o valor de p também foi menor que 0,001. Pode-se concluir que o protocolo anestésico com maior vantagem de utilização em orquiectomia de cães foi a associação de propofol com cetamina, propiciando melhor frequência respiratória e saturação de oxigênio, diminui pela metade a dose dos anestésicos e propiciou melhor indução e recuperação anestésica.

Publicado
25-02-2019
Como Citar
Moraes Frontim, T., Soares Nunes Tovar Elias, A., Bernabei Duboc Cardoso, F., Ferreira Fernandes, R., & Affonso dos Santos Paiva, B. (2019). Efeitos da associação de propofol - Cetamina versus propofol isolado em cães submetidos à orquiectomias. Veterinária E Zootecnia, 26, 1-10. https://doi.org/10.35172/rvz.2019.v26.137
Seção
Artigos Originais