Correção de estenose uretral após uretrostomia em gato

Relato de caso

  • Elisângela Barboza Silva
  • Ana Manuella Souza Babo
  • Janaína Maria Xavier Corrêa
  • Mário Sérgio Lima Lavor
Palavras-chave: obstrução uretral, DTUIF, felinos, cirurgia reconstrutiva

Resumo

A doença do trato urinário inferior dos felinos, DTUIF, acomete gatos e tem como sinais
clínicos disúria, hematúria e polaciúria. Tais sinais podem estar relacionados a obstrução
uretral parcial ou total. Machos tem maior predisposição do que as fêmeas por possuírem a
uretra peniana mais estreita, a idade de maior ocorrência é entre dois e seis anos, e ainda
animais castrados são mais susceptíveis a desenvolver a doença. Nestes casos a indicação é a
desobstrução por meio de cateterização da uretra peniana sob anestesia geral. Em casos
recorrentes deve-se indicar a cirurgia de uretrostomia. Este procedimento cirúrgico tem o
objetivo de criar uma fístula ligando diretamente a uretra e a pele. O resultado pós-cirúrgico é
excelente evitando novas obstruções, mas também é passível de complicações como estenose
que ocorre devido ao processo de retração cicatricial, mas pode ser excessiva por falta de
cuidados pós-operatórios Este relato tem o objetivo de descrever um caso de estenose após a
uretrostomia em um gato que apresentou complicações pós-operatórias e a nova cirurgia para
refazer a fístula.

Referências

1. Balbinot ZDP, Viana JA, Bevilaqua PD, Silva PSA. Distúrbios urinários do trato inferior
de felinos: caracterização de prevalência e estudos de casos-controle em felinos no período
de 1994 a 2004. Rev Ceres. 2006;310:653-61.
2. Nelson WR, Couto GC. Medicina interna de pequenos animais. Rio de Janeiro: Elsevier;
2010.
3. Lima RE, Reis JC, Almeida EL, Teixeira MN, Rego EW, Carneiro AS, et al. Avaliação
clínica e laboratorial em gatos domésticos com doença do trato urinário inferior
submetidos a uretrostomia. Cienc Vet Trop. 2007;10:62-73.
4. Buffigton TCA, Chew DJ, Dibartola SP. Doenças do trato urinário inferior em gatos. In:
Slatter D. Manual de cirurgia dos pequenos animais. 3a ed. São Paulo: Manole; 2007.
p.1651-60.
5. Oliveira JLP. Uretrostomia perineal em felinos: revisão. Clin Vet. 1999;4:38-42.
6. Corgozinho BK, Souza MJH. Condutas na desobstrução uretral. In: Souza MJH.
Coletâneas em medicina e cirurgia felina. Rio de janeiro: LF Livros; 2003.
7. Bjorling DE. Uretra. In: Slatter D. Manual de cirurgia de pequenos animais. 3a ed. São
Paulo: Manole; 2007. p.1638-50.
8. Bass M, Howard J, Gerber B. Retrospective studies of indications for and outcome of
perineal urethrostomy in cats. J Small Anim Pract. 2005;5:227-31.
9. Smith CW, Weigel RM, Smith AR. Perineal urethrostomy in cat. Feline Pract. 1991;3:20-
3.
10. Corgozinho KB. Avaliação clínica dos gatos submetidos à técnica de uretrostomia
perineal [dissertação]. Seropédica: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro; 2006.
Publicado
29-09-2017
Como Citar
Barboza Silva, E., Souza Babo, A. M., Xavier Corrêa, J. M., & Lima Lavor, M. S. (2017). Correção de estenose uretral após uretrostomia em gato: Relato de caso. Veterinária E Zootecnia, 24(3), 504-508. https://doi.org/10.35172/rvz.2017.v24.275
Seção
Relatos de Casos