Caracterização do sistema de produção caprino e ovino na região sul do estado do Maranhão, Brasil

  • Aldivan Rodrigues Alves
  • Marcio da Silva Vilela
  • Maria Verônica Meira de Andrade
  • Liduina da Silva Pinto
  • Djonata Brito de Lima
  • Lailson Lucas Lopes Lima
Palavras-chave: caprinos, ovinos, sistemas de produção

Resumo

Objetivou-se caracterizar o sistema de produção da ovinocaprinocultura desenvolvido na
região sul do estado do Maranhão, Brasil. Foram realizadas entrevistas aos produtores
utilizando-se questionários para caracterização das propriedades rurais relacionadas aos
indicadores físicos, sociais, financeiro, dados produtivos e para avaliar os diversos aspectos
do sistema de alimentação. O estudo compreendeu a criação de um banco de dados, para
realização de análise tabular associada ao estudo descritivo, agrupando-se todas as
propriedades visitadas. As propriedades têm em média 146 hectares com um rebanho médio
de 46 e 51,4 cabeças de ovinos e caprinos, respectivamente. Apresentaram semelhança nos
aspectos sociais, infraestrutura e sistema de manejo com características de atividade de
subsistência e têm a produção de carne como produto principal, com demanda de assistência
técnica e baixo nível tecnológico. A base alimentar dos animais consiste no pasto nativo
associado ao pasto cultivado com fornecimento de concentrado sem considerar os aspectos
nutricionais.

Referências

1. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Estatísticas sobre pecuária, rebanho e
produção [Internet]. Rio de Janeiro: IBGE; 2009 [cited 2016 Jan 9]. Available from:
www.sidra.ibge.gov.br.
2. Gonçalves AL, Lana RP, Vieira RAM, Henrique DS, Mancio AB, Pereira JC. Avaliação
de sistemas de produção de caprinos leiteiros na região sudeste do Brasil. Rev Bras Zootec.
2008;37:366-76.
3. Ingrant S, Cournut S, Dedieu B, Antheaume F. La conduite de la reproduction du troupeau
de vaches allaitantes: modélisation des prises de decision. INRA Prod Anim. 2003;16:261-
8.
4. Cournut S. Le fonctionnement des systèmes biologiques pilotés: simulation à événements
discrets d’un troupeau ovin conduit en 3 agnelages en 2 ans [these]. Lyon: University
Claude Bernard; 2001.
5. Costa RG, Almeida CC, Pimenta Filho EC, Holanda Junior EV, Santos NM.
Caracterização do sistema de produção caprino e ovino na região semi-árida do estado da
Paraíba, Brasil. Arch Zootec. 2008;57:195-205.
6. Leal MP. Novo zoneamento do estado do Maranhão. São Luís: SUDEMA; 1972.
7. Embrapa. Serviço Nacional de Levantamento e Conservação de Solos. Levantamento
exploratório: reconhecimento de solos do estado do Maranhão. Rio de Janeiro:
Embrapa/SNLCS; 1986. v. 2. (Boletim de pesquisa; nº 35).
8. Secretaria de Planejamento (Maranhão). Marco de referência do programa: as áreas de
intervenção. São Luís; 1984.
9. Damasceno JC, Macombe C, Moinet MH, Pailleux JY, Cournut S, Dedieu B. Ver des
projets d’élevage raisonnés en commun? Analyse de 12 démarches de commercialisation
associant de petits groupes d’élevage laiters. In: Procédures dans 12èmes Rencontres
Recherches Ruminants; Paris; 2005. Paris; 2005. p.212.
10. Francisco WCE. Aspectos Naturais do Maranhão [Internet]. Brasil Escola; 2016 [cited
2016 Jun 10]. Available from: http://brasilescola.uol.com.br/brasil/aspectos-naturaismaranhao.htm
11. Faria GA, Morais OR, Guimarães PHS. Análise da ovinocaprinocultura no Norte e
Nordeste de Minas Gerais. Belo Horizonte: SEBRAE-MG, FAEMG, EMATER; 2004.
12. Alencar SP, Mota RA, Coelho MCOC, Nascimento SA, Abreu SRO, Castro RS. Perfil
sanitário dos rebanhos caprinos e ovinos no sertão de Pernambuco. Cienc Anim Bras.
2010;11:131-40.
13. Vieira FJ, Santos LGP, Barros RFM, Araújo JLL. Quilombola of macacos community,
São Miguel do Tapuio City, Piauí State: history, use and conservation of plant resources.
Funct Ecosystems Comunities. 2008;2:81-7.
14. Medeiros JX. Situação atual das cadeias produtivas. Brasília: Ministério da Ciência e
Tecnologia. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
Coordenação Geral de Programa de Pesquisa em Agropecuária e Biotecnologia; 2001.
(Reunião técnica. Apoio à cadeia produtiva da ovino-caprinocultura brasileira- relatório
final).
15. Bandeira DA. 2005. Características sanitárias e de produção da caprinocultura nas
microrregiões do Cariri do Estado da Paraíba [tese]. Recife: Universidade Federal Rural
de Pernambuco; 2005.
16. Costa AD. Nível tecnológico, rentabilidade e cadeia produtiva da ovinocaprinocultura de
corte no Estado do Ceará [dissertação]. Fortaleza: Universidade Federal do Ceará; 2007.
17. Alves LR. APL da caprinovinocultura da região central de Cabugi do Rio Grande do
Norte [trabalho de conclusão de curso]. Natal: Universidade Federal do Rio Grande do
Norte; 2005.
18. Porto LLMA, Salum WB, Alves C. Caracterização da ovinocaprinocultura de corte na
região do Centro Norte Baiano. Rev Bras Gest Desenvolv Reg. 2013;9:281-96.
19. Dwyer CM. Genetic and physiological determinants of maternal behavior and lamb
survival: implications for low-input sheep management. J Anim Sci. 2008;86:259-70.
20. Lima GFC, Silva JGM, Nobre FV, Barreto HFM. Produção estratégica de alimentos para
a pecuária familiar no semiárido: alternativas para a formulação de rações na própria
fazenda. Natal: EMPARN; 2009.
21. Underwood EJ, Suttle NF. The mineral nutrition of livestock. 3th ed. Midlothian: CABI;
1999.
22. Roehsig L. 2006. Análise das estratégias de alimentação de vacas leiteiras a partir das
práticas adotadas pelo produtor [dissertação]. Maringá: Universidade Estadual de
Maringá; 2006.
Publicado
29-09-2017
Como Citar
Rodrigues Alves, A., da Silva Vilela, M., Meira de Andrade, M. V., da Silva Pinto, L., Brito de Lima, D., & Lopes Lima, L. L. (2017). Caracterização do sistema de produção caprino e ovino na região sul do estado do Maranhão, Brasil. Veterinária E Zootecnia, 24(3), 515-524. https://doi.org/10.35172/rvz.2017.v24.287
Seção
Artigos Originais