INTOXICAÇÃO POR LÍRIO EM UM GATO

Autores

  • Ana Rita Lancini Stumpf
  • Renata de Gaspari
  • Bianca Bertoletti
  • Anne Santos do Amaral
  • Alexandre Krause

Palavras-chave:

nefropatia, falência renal aguda, plantas nefrotóxicas

Resumo

O presente relato descreve um caso de intoxicação por lírio em um felino macho de 10 meses de idade, sem raça definida, atendido no Hospital Veterinário da Universidade Federal de Santa Maria. O felino apresentava disúria, oligúria, hematúria, vômito, desidratação, inapetência e paresia de membros pélvicos. No perfil bioquímico evidenciou-se azotemia e na urinálise glicosúria e proteinúria. O diagnóstico foi confirmado, instituiu-se terapia de suporte e o animal apresentou melhora depois de três dias. A correta anamnese, aliada à realização dos exames laboratoriais apropriados, bem como o conhecimento do médico veterinário a respeito das propriedades tóxicas de plantas ornamentais, são decisivas para a escolha do tratamento mais indicado para a intoxicação. Embora haja poucos relatos publicados no Brasil e dados estatísticos sejam escassos a respeito de intoxicações por determinadas famílias de plantas, é de vital importância que médicos veterinários e proprietários de animais tenham o conhecimento sobre o potencial tóxico das plantas dos gêneros Lilium e Hemerocallis.

Referências

Medeiros RJ, Monteiro FO, da Silva GC, Júnior AN. Casos de intoxicações exógenas em cães e gatos atendidos na Faculdade de Veterinária da Universidade Federal Fluminense durante o período de 2002 a 2008. Cienc Rural. 2009;39:2105-2110.

Souza TM, Fighera RA, Kommers GD, Barros CSL. Poisoning by day lily (Hemerocallis sp.; Hemerocallidaceae) in Brazilian cats. In: Poisonous plants: global research and solutions. Utah State University; 2005. p. 46-48

Slater MR, Gwaltney-brant S. Exposure circumstances and outcomes of 48 households with 57 cats exposed to toxic lily species. J Am Anim Hosp Assoc. 2011; 47:386 – 90.

Fitzgerald KT. Lily toxicity in cats. Top Companion Anim Med. 2010;25:213-217.

Chew DJ, Dibartola SP, Schenck PA. Specific Syndromes Causing Acute Intrinsic Renal Failure In: Chew DJ, Dibartola SP, Schenck PA. Canine and Feline Nephrology and Urology. 2a ed. Missouri: Elsevier, 2011. p. 93-144.

Hall JO. Are Easter lilies toxic to cats? Napinet Rep. 1990;3:2.

Hall JO. Lilies. In: Peterson ME, Talcott PA. Small Animal Toxicology. 2a ed. Philadelphia: Saunders, 2006. p. 806-811

Berg RI, Francey T, Segev G. Resolution of acute kidney injury ina cat after lily (Lilium lancifolium) intoxication. J. Vet. Intern. Med. 2007;21:857-859.

Tefft K. Lily nephrotoxicity in cats. Compend Contin Educ Vet. 2004;26:149-156.

Richardson JA, Little S. Toxicology In: Little S. The Cat: Clinical Medicine Management. 1a ed. St. Louis: Elsevier, 2012. p. 914-933.

Richardson J, Gwaltney-brant SM. Lily toxicoses in cats. Stand Care Emerg Crit Care Med. 2002; 4:5-9.

Rumbeiha WK, Francis JA, Fitzgerald SD, Nair MG, Holan K, Bugyei KA, et al: A comprehensive study of Easter lily poisoning in cats. J. Vet. Diagn. Invest. 2004;16,527- 531.

Hall JO. Lily nephrotoxicity. In: August JR. Consultations in Feline Internal Medicine. 4a ed. Philadelphia: Saunders, 2001. p. 308–310.

Langston CE. Acute renal failure caused by lily ingestion in six cats. J. Am. Vet. Med. Assoc. 2002;220:49–52.

Nicolella A, Ferreira EM, Lessa CAS. Relatório Anual 2012 – Dados de Atendimentos. Centro de Informações Toxicológicas do Rio Grande do Sul (CIT/RS). Porto Alegre; 2012.

Downloads

Publicado

2022-05-03

Como Citar

1.
Stumpf ARL, Gaspari R de, Bertoletti B, Amaral AS do, Krause A. INTOXICAÇÃO POR LÍRIO EM UM GATO. RVZ [Internet]. 3º de maio de 2022 [citado 26º de maio de 2024];21(4):527-32. Disponível em: https://rvz.emnuvens.com.br/rvz/article/view/977

Edição

Seção

Relatos de Casos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)