TRIPANOSSOMOSE EM BOVINOS

BREVE REVISÃO DE LITERATURA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35172/rvz.2022.v29.653

Palavras-chave:

Pt, rebanhos; Trypanossoma vivax; produtores rurais; diagnóstico.

Resumo

Ao possuir um dos maiores rebanhos comerciais de bovinos do mundo, o Brasil destaca-se entre os demais países, entretanto, dentre os problemas sanitários que acometem esses rebanhos a tripanossomose vem ganhando espaço e grande significância, devido aos grandes problemas econômicos e reprodutivos que vem causando no rebanho brasileiro. O agente de maior importância e causador é o Trypanossoma vivax, que são protozoários disseminados por meio de vetores mecânicos, como tabanídeos e moscas hematófagas como as do gênero Stomoxys. Esses agentes estão distribuídos por todo o mundo, mas preferencialmente em áreas de clima tropicais no Brasil, acometendo tanto bovinos leiteiros quanto bovinos de corte, causando grandes prejuízos aos criadores. Os sinais clínicos desta doença são inespecíficos, o que tem gerado preocupação pela disseminação e falta de diagnóstico dessa enfermidade, mas incluem, principalmente, anemia ou perda progressiva de peso, além de perda da produtividade dos animais acometidos. O diagnóstico é feito por meio de exames parasitológicos, como esfregaços sanguíneos, exames sorológicos e molecular e, principalmente, pelo método de Woo. Por fim o tratamento e controle dessa doença consiste em tratamentos quimioterápicos e controle dos vetores causadores. Neste sentido, esta breve revisão de literatura tem por objetivo levantar dados sobre tal doença, como: agente etiológico, sinais clínicos, epidemiologia, diagnóstico e tratamento, a fim de contribuir com informações sobre a enfermidade que está ganhando espaço e necessita de maior disseminação de conhecimentos, para que não seja esquecida e subdiagnosticada.

 

Referências

ABIEC. Beef Report: perfil da pecuária no Brasil. São Paulo: ABIEC, 2019. Disponível em: http://abiec.com.br/controle/uploads/arquivos/sumario2019portugues.pdf.

BRASIL, Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. Dados do rebanho bovino e bubalino no Brasil. Brasília, DF, 2017. Disponível em: http://www.agricultura.gov.br/assuntos/sanidade-animal-e-vegetal/saude-animal/programasde-saude-animal/febre-aftosa/documentos-febreaftosa/DadosderebanhobovinoebubalinodoBrasil_2017.pdf.

JUCHEM, Paola. Tripanossomíase bovina. 2019.

GUERRA, N. R. et al. Detecção de anticorpos IgG anti-Trypanosoma vivax em bovinos através do teste de Imunofluorescência indireta. Pesquisa Veterinária Brasileira, Rio de Janeiro, v. 33, n. 12, p. 1423-1426, 2013. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-736X2013001200005

BATISTA, J. S.; BEZERRA, F. S. B.; LIRA, R. A.; CARVALHO, J. R. G.; NETO, A. M. R.; PETRI, A. A.; TEIXEIRA, M. M. G. Aspectos clínicos, epidemiológicos e patológicos da infecção natural em bovinos por Trypanosoma vivax na Paraíba. Pesquisa Veterinária Brasileira, Rio de Janeiro, v. 28, n. 1, p. 63-69, 2008.

SILVA, Aleksandro Schafer da et al. Primeiro registro de Trypanosoma vivax em bovinos no Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Ciência Rural, v. 39, n. 8, p. 2550-2554, 2009. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-84782009005000189

SILVA, R. A. M. S. et al. Trypanosoma evansi e Trypanosoma vivax: biologia, diagnóstico e controle. Corumbá: Embrapa Pantanal, 2002.

GERMANO, P. H. V. et al. Tripanossomose bovina: revisão. PubVet Medicina Veterinária e Zootecnia, Maringá, v. 12, n. 8, p. 1-6, 2018. DOI: https://doi.org/10.31533/pubvet.v12n8a144.1-6

HOARE, C. A. The trypanosomes of mammals: a zoological monograph. Oxford: Blackwell Scientific Publications, 1972.

CARNEIRO, Maria Elisa Protozoários Flagelados. In: MONTEIRO, Silva Gonzalez Parasitologia na Medicina Veterinária 2, ed. Rio de Janeiro: Gen/roca, 2017. Cap. 15, p. 358.

SILVA, A. S. et al. Ocorrência de Trypanosoma evansi em bovinos de uma propriedade leiteira no município de Videira – SC, Brasil. Acta Scientiae Veterinariae. Porto Alegre, v. 35, n. 3, p. 373-376, 2007. DOI: https://doi.org/10.22456/1679-9216.16133

LEVINE, N. D. Parasites. Science, Washington, DC, v. 4068, p. 60, 1973. Revisão do livro: The Trypanosomes of mammals: a zoological monograph, de Cecil A. Hoare, publicado em 1972. DOI: https://doi.org/10.1126/science.179.4068.60.a

VENTURA, R. M. et al. Trypanosoma vivax: Characterization of the Spliced-Leader Gene of a Brazilian Stock and Species-Specific Detection by PCR Amplification of an Intergenic Spacer Sequence. Experimental Parasitology, Orlando, v. 99, n. 1, p. 37-48, 2001. DOI: https://doi.org/10.1006/expr.2001.4641

DÁVILA, A. M. R. et al. Using PCR for unraveling the cryptic epizootiology of livestock trypanosomosis in the Pantanal, Brazil. Veterinary Parasitology, Amsterdam, v. 117, n. 1, p. 1-13, 2003 DOI: https://doi.org/10.1016/j.vetpar.2003.08.002

RADOSTITS, O. M. et al. Clínica Veterinária: um tratado de doenças dos bovinos, ovinos, suínos, caprinos e equinos. 9. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.

BASTOS, T. S. A. et al. First outbreak and subsequent cases of Trypanosoma vivax in the state of Goiás, Brazil. Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária, Jaboticabal, v. 26, n. 3, p. 366-371, 2017. DOI: https://doi.org/10.1590/s1984-29612017019

PEREIRA, Hélio D. et al. Aspectos clínicos, epidemiológicos e diagnóstico da infecção por Trypanosoma vivax em rebanho bovino no estado do Maranhão. Pesquisa Veterinária Brasileira, v. 38, n. 5, p. 896-901, 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/1678-5150-pvb-5303

DELAFOSSE, A.; THE´BAUD, E.; DESQUESNES, M.; MICHAUX, Y. Epidemiology of Trypanosoma vivax infection in cattle in the tse-tse free area of Lake Chad. Preventive Veterinary Medicine, Amsterdam, v. 74, p. 108-119, 2006. DOI: https://doi.org/10.1016/j.prevetmed.2005.10.006

SEIDL, A.; DÁVILA, A. M. R.; SILVA, R. A. M. S. Estimated financial impact of Trypanosoma vivax on the Brazilian Pantanal and Bolivian lowlands. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, v. 94, p. 269–272, 1999. DOI: https://doi.org/10.1590/S0074-02761999000200027

SILVA, R. A. M. S.; PELLEGRIM, A. O.; LIMA, E. S. S.; RAMIREZ, L.; DÁVILA, A. M. R. Abortos por Trypanosoma vivax no Pantanal Mato-Grossense e Bolívia. EMBRAPA (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), Corumbá, Brasil, Dez. 2004

BATISTA, J. S. et al. Aspectos clínicos, epidemiológicos e patológicos da infecção natural em bovinos por Trypanosoma vivax na Paraíba. Pesquisa Veterinária Brasileira, Rio de Janeiro, v. 28, n. 1, p. 63-69, 2008. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-736X2008000100010

GARCÍA, H.; GARCÍA, M. E.; PÉREZ, G.; BETHENCOURT, A.; ZERPA, É.; PÉREZ, H.; MENDONZA-LEÓN, A. Trypanosomiais in Venezuelan water buffaloes: association of packedcell volumes with seroprevalence and current trypanosome infection. Annals of Tropical Medicine and Parasitology, London, v. 100, n. 4, p. 297-305, 2006. DOI: https://doi.org/10.1179/136485906X91521

CLARKSON, M. J. Trypanosomiasis of domesticated animals of South America. Seminar on Trypanosomiasis – Species of the subgenus and their potential usefulness. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene, London, v. 70, n. 2, p.125-126, 1976. DOI: https://doi.org/10.1016/0035-9203(76)90171-1

MURRAY, Max; MURRAY, P. K.; MCINTYRE, W. I. M. An improved parasitological technique for the diagnosis of African trypanosomiasis. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene, Oxford, v. 71, n. 4, p. 325-326, 1977. DOI: https://doi.org/10.1016/0035-9203(77)90110-9

GIORDANI, F. et al. The animal trypanosomiases and their chemotherapy: a review. Parasitology, Cambridge, v. 143, n. 14, p. 1862-1889, 2016. DOI: https://doi.org/10.1017/S0031182016001268

LABRUNA M.B., HOMEM V.S.F., HEINEMANN M.B. & FERREIRA NETO J.S. 2000. Ticks (Acari: Ixodidae) associated with rural dogs in Urará eastern Amazon, Brazil. J. Med. Entomol. 37(5):774-776. http://dx.doi.org/10.1603/0022- 2585-37.5.774. DOI: https://doi.org/10.1603/0022-2585-37.5.774

Downloads

Publicado

2022-06-20

Como Citar

1.
Caramori CH, Manfro Magalhães G, Grando TH. TRIPANOSSOMOSE EM BOVINOS : BREVE REVISÃO DE LITERATURA. RVZ [Internet]. 20º de junho de 2022 [citado 17º de junho de 2024];29:1-9. Disponível em: https://rvz.emnuvens.com.br/rvz/article/view/653

Edição

Seção

Artigos de Revisão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)