Avaliação econômica da inclusão de ractopamina em dietas para fêmeas suínas em fase de terminação

  • Pedro Henrique Watanabe
  • Maria Cristina Thomaz
  • Leonardo Augusto Fonseca Pascoal
  • Everton Daniel
  • Alessandro Borges Amorim
  • Emanuela Lima Oliveira
Palavras-chave: β-agonista adrenérgico, custo, avaliação econômica

Resumo

A utilização de agonistas β adrenérgicos, tais como a ractopamina, leva a melhorias na
carcaça devido ao aumento na deposição muscular. Os efeitos da ractopamina no
desempenho e nas características de carcaça em suínos podem ser variáveis, dependendo do
nível do agonista e de aminoácidos, especialmente de lisina, na dieta, sexo e idade dos
animais no início do fornecimento do aditivo. Esses fatores, bem como o custo da alimentação
e a adoção ou não da tipificação das carcaças influenciam a viabilidade econômica do uso da
ractopamina. A análise econômica, portanto, é necessária para avaliar a viabilidade de
inclusão de ractopamina em dietas para leitoas em terminação. Objetivou-se avaliar a adição
de ractopamina em 0, 5, 10 e 15 mg/kg de ração para suínos fêmeas abatidas com 110 kg,
quanto aos custos com alimentação, receitas bruta e líquidas, considerando ou não a
bonificação de carcaças. Foram utilizadas 468 fêmeas suínas, alimentadas durante 28 dias.

Observou-se aumento nos custos com alimentação e redução linear na receita líquida sem
bonificação, com a elevação do nível do aditivo. Para a receita líquida com bonificação,
verificou-se efeito linear com maior receita para o nível de 15 mg/kg. Considerando a
bonificação de carcaças, a inclusão de ractopamina ao nível de 15 mg/kg promove maior
receita.

Referências

1. See MT, Armstrong TA, Weldon WC. Effect of a ractopamine feeding program on growth
performance and carcass composition in finishing pigs. J Anim Sci. 2004;82:2474-80.
2. Marinho PC, Fontes DO, Silva FCO, Silva MA, Pereira FA, Arouca CLC. Efeito dos
níveis de lisina digestível e da ractopamina sobre o desempenho e as características de
carcaça de suínos machos castrados em terminação. Rev Bras Zootec. 2007;36:1791-8.
3. Rostagno HS, Albino LFT, Donzele JL, Gomes PC, Oliveira RF, Lopes DC, et al. Tabelas
brasileiras para aves e suínos: composição de alimentos e exigências nutricionais. Viçosa:
Imprensa Universitária/UFV; 2005.
4. Xiao RJ, Xu ZR, Chen HL. Effects of ractopamine at different dietary protein levels on
growth performance and carcass characteristics in finishing pigs. Anim Feed Sci Technol.
1999;79:119-27.
5. Fávero JA, Guidoni AL, Bellaver C. Predição do índice de valorização de carcaças suínas
em função do peso e do percentual de carne. In: Anais do 8o Congresso da Associação
Brasileira de Veterinários Especialistas em Suínos; 1997; Concórdia. Concórdia:
EMBRAPA-CNPSA; 1997. p.405-6.
6. Everitt BS. The Cambridge dictionary of statistics. Cambridge: Cambridge University
Press; 1998.
7. Brumatti RC, Kiefer C. Simulação técnico-econômica da inclusão de ractopamina em
dietas de suínos em terminação. Arq Bras Med Vet Zootec. 2010;62:163-71.
8. Cantarelli VS, Fialho ET, Almeida EC, Zangeronimo MG, Amaral NO, Lima JAF.
Características da carcaça e viabilidade econômica do uso de cloridrato de ractopamina
para suínos em terminação com alimentação à vontade ou restrita. Cienc Rural.
2009;39:844-51.
9. Bridi AM, Oliveira AR, Fonseca NA, Coutinho LL, Hoshi EH, Borosky JC, et al. Efeito
da ractopamina e do gênero no desempenho e na carcaça de suínos de diferentes genótipos
halotano. Semina Cienc Agrar. 2008;29:713-22.
10. Reese D, Bitney LL. Economic value of ractopamine for finishing pigs. Nebraska Swine
Rep [Internet]. 2001 [cited 2008 Dec 05]. Available from:
http://digitalcommons.unl.edu/coopext_swine/101.
11. Schinckel AP, Richert BT, Herr CT, Einstein ME, Kendall DC. Efeitos da ractopamina
sobre o crescimento, a composição da carcaça e a qualidade dos suínos. In: Anais da 2a
Conferência Internacional Virtual Sobre Qualidade de Carne Suína; 2001; Concórdia.
Concórdia: EMBRAPA-CNPSA; 2001. p.339-50.
12. Fávero JA, Guidoni AL. Normatização e padronização da tipificação de carcaças de
suínos no Brasil: aspectos positivos e restrições. In: Anais da 2a Conferência Internacional
Virtual Sobre Qualidade de Carne Suína; 2001; Concórdia. Concórdia: EMBRAPACNPSA, 2001. p.73-9.
Publicado
20-12-2016
Como Citar
Watanabe, P. H., Thomaz, M. C., Fonseca Pascoal, L. A., Daniel, E., Borges Amorim, A., & Lima Oliveira, E. (2016). Avaliação econômica da inclusão de ractopamina em dietas para fêmeas suínas em fase de terminação. Veterinária E Zootecnia, 23(4), 626-630. https://doi.org/10.35172/rvz.2016.v23.398
Seção
Comunicações Curtas

Most read articles by the same author(s)