A OCORRÊNCIA DE Babesia sp., Ehrlichia canis E Hepatozoon canis EM CÃES DOMICILIADOS, EM DOIS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO – BRASIL.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35172/rvz.2022.v29.611

Palavras-chave:

cães, hemoparasitas, Ehrlichia canis, Babesia sp., Hepatozoon canis

Resumo

As doenças transmitidas por carrapatos são afecções de grande importância na clínica médica de pequenos animais, devido à alta casuística e ampla distribuição vetorial no território brasileiro. Os principais agentes responsáveis pelas infecções em cães são Babesia sp., Ehrlichia canis e Hepatozoon canis. Os animais infectados são assintomáticos ou apresentam sinais clínicos inespecíficos, sendo necessário a utilização de testes diagnósticos para definição do agente etiológico, e diagnóstico seguro. O objetivo do presente estudo foi determinar a ocorrência desses micro-organismos em cães naturalmente infectados, domiciliados nos municípios de Vila Velha e Anchieta, Espírito Santo, utilizando diferentes testes de detecção: Reação em cadeia polimerase (PCR), sorologia para detecção de anticorpos anti Ehrlichia canis e pesquisa de hematozoários em esfregaço sanguíneo. Foram analisadas 65 amostras de sangue obtidas por venopunção de veia cefálica de cães. No teste de PCR, 4,62% dos animais foram positivos para Babesia vogeli e 1,54% para Ehrlichia canis sendo os resultados para Hepatozoon canis negativos. No teste sorológico para E. canis 90,77% dos animais foram positivos para a presença de anticorpos, e na pesquisa em lâminas de esfregaço sanguíneo 3,02% apresentavam outros hemoparasitas. Os resultados indicam a dispersão desses hemoparasitas na população canina da região de estudo, entretanto com baixa ocorrência. O teste de PCR demonstrou-se como o mais sensível no qual Babesia vogeli foi o agente mais observado.

Downloads

Publicado

2022-03-15

Como Citar

1.
BITTENCOURT J, HIURA E, Alves Sobral S, de Toledo Vieira F, Ribeiro Braga F, Tobias FL, Moura de Aguiar D, Langoni H. A OCORRÊNCIA DE Babesia sp., Ehrlichia canis E Hepatozoon canis EM CÃES DOMICILIADOS, EM DOIS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO – BRASIL. . RVZ [Internet]. 15º de março de 2022 [citado 26º de maio de 2024];29:1-9. Disponível em: https://rvz.emnuvens.com.br/rvz/article/view/611

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >>