INIBIÇÃO IN VITRO DE Salmonella spp. ISOLADA DE BEZERROS DO SERTÃO ALAGOANO COM EXTRATOS ETANÓLICOS DE PLANTAS DA MATA ATLÂNTICA

Autores

  • Artur Bibiano de Vasconcelos Universidade Estadual Paulista (UNESP) https://orcid.org/0000-0001-8753-0597
  • Vitória de Andrade Universidade Federal de Alagoas
  • Danilo Alves de França Universidade Estadual Paulista (UNESP) https://orcid.org/0000-0003-1178-5643
  • Alex Alves Dantas Universidade Federal de Alagoas
  • Thiago Barros Correia da Silva Universidade Federal de Alagoas
  • Karla Patrícia Chaves da Silva Universidade Federal de Alagoas

DOI:

https://doi.org/10.35172/rvz.2022.v29.788

Palavras-chave:

fitoconstituintes, salmonelose, saúde pública, resistência antimicrobiana, plantas medicinais

Resumo

O objetivo do estudo foi verificar a inibição in vitro de Salmonella spp. a diferentes tipos de extratos de plantas com indicações medicinais em diferentes diluições de etanol. Para isso, foram obtidas 12 partes de plantas, entre folhas e caules, que fazem parte da terapêutica popular de toxinfecções gastrintestinais da mesorregião de Alagoas, Brasil, e que estão presentes na Mata Atlântica. Essas plantas foram submetidas à procedimentos de secagem, trituração, maceração e prensagem, permitindo diferentes concentrações de extrato. As amostras de Salmonella spp. testadas são oriundas de bezerros de propriedades rurais da região que apresentavam quadros de diarreia e que foram devidamente detectadas por testes bioquímicos e moleculares. Para verificar a sensibilidade, foi realizado o teste de Disco Difusão em Placas com três estirpes de Salmonella spp., sendo substituídos os discos com antibióticos por discos de extratos etanólicos nas concentrações de 10, 100, 500 e 1000mg/L. Como resultado, a folha de Varronia multispicata, popularmente conhecida como Cavarucaá, apresentou resultado positivo na inibição dos três isolados de Salmonella spp. nas concentrações de 500 e 1000mg/L. Os demais extratos não revelaram resultados de sensibilidade in vitro com a bactéria, em nenhuma das concentrações. Mais estudos com Varronia multispicata precisam ser desenvolvidos, com diferentes métodos de obtenção dos fitoconstituintes e com outras estirpes de Salmonella spp. da região.

Referências

Brasil. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA. Diagnóstico situacional do PNCEBT: Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose Animal. Brasília, 2020.

Florindo TJ, Medeiros GIB, Costa JS, Ruviaro CF. Competitividade dos principais países exportadores de carne bovina no período de 2002 a 2013. Rev Econom Agronegócio. 2015;12:1-3.

Assis-Brasil ND, Marcolongo-Pereira C, Hinnah FL, Ladeira SRL, Sallis ESV, Grecco FB, Schild AL. Enfermidades diagnosticadas em bezerros na região sul do RS. Pesq Vet Bras. 2013;33:423-430. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-736X2013000400002

Strockbine NA, Bopp CA, Fields PI. Escherichia, Shigella, and Salmonella. In: Jorgensen JH, Pfaller MA (Eds.). Manual of Clinical Microbiology. 11.ed. Washington: ASM Press. 2015;685-713. DOI: https://doi.org/10.1128/9781555817381.ch37

Vasconcelos AB, Andrade V, Moraes ACI, Ramos EMOA, Silva ACA, França DA. Vasconcelos CB, Okamoto AS, Silva KPC. Ocorrência de Salmonella spp. em bezerros e perfil de resistência antimicrobiana na Mesorregião do Sertão de Alagoas, Brasil. Acta Vet Bras. 2021;15:36-40. DOI: https://doi.org/10.21708/avb.2021.15.1.9363

Mota RA, Silva KPC, Freitas MFL, Porto WJN, Silva LBG. Utilização indiscriminada de antimicrobianos e sua contribuição à multirresistência bacteriana. Braz J Vet Res Anim Sci. 2005;42(6):465-470. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.1678-4456.bjvras.2005.26406

Cades M, Silva ZD, Souza HL, Silva JD, Fink AAB, Muniz IM. Perfil de resistência antimicrobiana de mastite bovina em propriedade leiteira no município de Monte Negro/RO. Braz J Sci of Amaz. 2017;6(1):15-20. DOI: https://doi.org/10.47209/2317-5729.v.6.n.1.p.15-20

Naghadi N, Assanzad-Azar H, Delpisheh A. The most important medicinal plants for treatment of brucellosis. J Prev Epidemiol. 2016:543-556.

Sperotto VR, Murari AL, Silva DAR. Brasil. Atividade do decocto de Achyrocline satureioides D.C. (Lam.) - Asteraceae (“macela”) sobre bactérias padrões e isoladas em mastite bovina. Acta Sci Vet. 2012;40(3):1052.

Avancini CAM, Wiest JM. Etnomedicina veterinária, etnosotaxia e Etnoterapêutica de doenças de pele como referência para seleção e avaliação preliminar da atividade antibacteriana de plantas nativas do Sul do Brasil. Rev Bras de Plantas Medicinais. 2008;10:70-78.

Ostrosky EA, Mizumoto MK, Lima MEL, Kaneko TM, Nishikawa SO, Freitas BR. Métodos para avaliação da atividade antimicrobiana e determinação da concentração mínima inibitória (CMI) de plantas medicinais. Rev Bras Farmacogn. 2008;18(2):301-307. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-695X2008000200026

Baracho NC, Oliveira HC, Magalhães IN, Gil BL, Irulegui RSC. Extrato Hidroalcoólico de própolis e cicatrização de feridas no diabetes tipo I: Estudo experimental. Rev Cient Univ. 2019;2:2.

Júnior CC, Ming LC, Scheffer MC. Cultivo de Plantas Medicinais, Condimentares e Aromáticas; 2a. ed., FUNEP, Jaboticabal, São Paulo, 1994.

Matos FJA, Lorenzi H. Plantas medicinais no Brasil, nativas e exóticas. Nova Odessa, Instituto Plantarum de Estudos da Flora LTDA. 512p. 2002.

CLSI. Performance standards for antimicrobial susceptibility testing. 15th Informational Supplement. Document M100-S15. Clinical and Laboratory Standards Institute, Pennsylvania, USA, 2005.

Maciel MJ, Silva MAS, Ethur E, Avancin CAM. Phytochemical indicators and antibacterial activity of the crude hydroalcoholic extract of Achyrocline satureioides ("macela") against antibiotic-resistant Salmonella spp. isolated from animal products (swine and poultry). Rev Bras Hig Sanid Anim. 2017;11:273-287. DOI: https://doi.org/10.5935/1981-2965.20170028

Silva FC, Duarte LP, Filho SAV. Celastráceas: Fontes de Triterpenos Pentacíclicos com Potencial Atividade Biológica. Rev. Virtual Quim. 2014;6(5):1205-1220.

Sá MEP, Melo CB. Disseminação de enfermidades animais por meio do comércio internacional e o papel dos serviços veterinários de fronteira no Brasil. Braz J Vet Med. 2016;38(1):7-12.

Downloads

Publicado

2022-07-05

Como Citar

1.
Vasconcelos AB de, Andrade V de, França DA de, Dantas AA, Silva TBC da, Silva KPC da. INIBIÇÃO IN VITRO DE Salmonella spp. ISOLADA DE BEZERROS DO SERTÃO ALAGOANO COM EXTRATOS ETANÓLICOS DE PLANTAS DA MATA ATLÂNTICA. RVZ [Internet]. 5º de julho de 2022 [citado 17º de junho de 2024];29:1-7. Disponível em: https://rvz.emnuvens.com.br/rvz/article/view/788

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)